sexta-feira, 24 de agosto de 2012

PROJETO TRÂNSITO - EDUCAÇÃO INFANTIL


Apresentação: O Código de Trânsito Brasileiro (CTB), Lei n.9.503, de 23 de setembro de 1997, que passou a vigorar a partir de 22 de janeiro de 1998, é considerado como um dos códigos mais avançados do mundo, pois trouxe consigo muitas inovações. Uma das mais significativas é que, pela primeira vez, o código traz um capítulo exclusivo à educação, determinando, entre outros aspectos, a educação para o trânsito. Por isso este projeto pretende oferecer aos professores da pré-escola a oportunidade de desenvolver atividades que tragam à luz a importância da adoção de posturas e de atitudes voltadas ao bem comum; mas, sobretudo, com valores ligados à ética e à cidadania.


                                                      Fonte: http://www.google.com.br/search?
Objetivos:
  • Considerar as capacidades afetivas, emocionais, sociais e cognitivas de cada criança, garantindo um ambiente saudável e prazeroso à prática de experiências educativas relacionadas ao trânsito;
  • Favorecer  o desenvolvimento de posturas
  •  E atitudes que visem a segurança individual e coletiva para a construção de um espaço público democrático e equitativo;
  • Respeitar as diversidades culturais, os diferentes espaços geográficos e as relações interpessoais que neles ocorrem;
  • Utilizar diferentes linguagens (artística, corporal, oral e escrita) e brincadeiras para desenvolver atividades relacionadas ao trânsito;
  • Envolver a família e a comunidade nas ações educativas de trânsito desenvolvidas;
Identidade e Autonomia:
Competência:
  • Identificar situações de risco nas ruas mais próximas a (casa, escola, igreja, etc.);
  • Proporcionar situações, de forma integrada, que contribuam para o desenvolvimento das capacidades de relação interpessoal, de ser e de estar com os outros e de respeito e segurança no espaço público;
                                                   http://www.google.com.br/search?
Habilidades:
  • Brincar de faz de conta, utilizando fantasias, fantoches, cenários e espaços diferenciados     (casinha, cidade, sala de maquiagem, biblioteca, etc.) as crianças podem vivenciar atividades simbólicas importantes para interagirem e demonstrarem sentimentos;
  • Brincar com brinquedos de encaixe e outros materiais plásticos, tecidos, espumas, etc.
  • Pedir que as crianças tragam de casa brinquedos, e propor a elas que contem porque escolheram trazer aquele brinquedo;
  • Disponibilizar miniaturas de carrinhos, motos, caminhões, bicicletas, bonecos e bonecas, posto de gasolina, casinhas, animais, etc. atraem as crianças para experimentações lúdicas voltadas ao trânsito. Após brincarem livremente com esses brinquedos, propor situações que exijam o cumprimento de determinadas regras, como por exemplo: os carrinhos só podem passar depois que os pedestres atravessarem; os carrinhos só podem estacionar nos lugares permitidos; os pedestres só podem atravessar depois que olharem para os dois lados da rua, etc.


                                    http://www.google.com.br/search?
Linguagem Oral e Escrita:
Competências:
  • Ampliar gradativamente as possibilidades de comunicação e expressão da criança., interessando-se por conhecer vários gêneros orais e escritos, participando de diversas situações de intercâmbio social nas quais possa contar suas vivências, ouvir as de outras pessoas, elaborar e responder perguntas;
  • Familiarizar-se com a escrita por meio do manuseio de livros, revistas e outros portadores de texto e da vivência de diversas situações nas quais seu uso se faça necessário;
  • Perceber a função social da leitura e da escrita através de diversos usos da língua;

Habilidades:
  • Comparar o ontem com o hoje: Mostre às crianças obras de Johann Moritz Rugendas ( 1802-1858), Nicolas-Antoine Taunay ( 1755-1830, Jean Baptiste Debret( 1768-1848) e de  outros artistas que retrataram o Brasil do século XIX.

Johann Moritz Rugendashttp://http://www.google.com.br/search?



                                                       http://www.google.com.br/search?                            
                                                               Nicolas-Antoine Taunay

  • Conte a história desses homens que vieram da Europa para pintar as cenas das ruas, das festas, das fazendas e de diversos outros lugares brasileiros, pois não existia máquina fotográfica.
  • Contar histórias sobre as liteiras, também chamadas serpentinas e cadeiras de arruar e mostrar que essas cadeiras levavam as mulheres  eram e eram carregadas por dois escravos    (parelhas ou andas).  Aproveitar a oportunidade para falar  sobre o desrespeito aos negros ao longo de nossa história. A carruagem e  o carro de boi eram também meios de locomoção, e ainda é possível ver carroças e alguns poucos carros de boi no Brasil.
  • Procurar figuras que retratem o transitar das pessoas nos dias atuais e incentivar a descrição oral sobre as diferenças entre elas.
  • Conversar com as crianças sobre as atitudes corretas e incorretas utilizadas no trânsito.
  • Contar e recontar histórias da literatura infantil que abordam o tema trânsito, observando a sequência lógica dos fatos.
  • Clicando neste link vocês terão oportunidade de brincar com os diversos jogos sobre trânsito. 
  •   http://transitolandia.blogspot.com.br/p/transito-cidadania.html
  • Selecionar figuras ( de jornais ou de revistas) com uma imagem que remeta ao tema trânsito: bicicleta, motocicleta, caminhão, burro, carroça, barco, trem, estrada, pedestres, motoristas, carroceiros, etc. e pedir as crianças que utilizando o alfabeto móvel construam o nome das figuras.
  • Trabalhar com jogos verbais: Trava-línguas; adivinhas; parlendas; provérbios, etc.
  • Levar jornais e notícias sobre o trânsito para as crianças e dialogar sobre acidentes e a possibilidade de serem evitados.
  • Questionar se a turma conhece regras de trânsito e quais são elas.
  • Construção de texto cooperativo, com o título "Meu papel no trânsito";
  • Escrita espontânea dos nomes dos veículos.


                                                             Jean Baptiste Debret


                                                           Jean Baptiste Debret


Sugestão de Adivinhas;
Quem é, quem é que anda a pé? (o pedestre);
Quem é, quem é que pedala uma bicicleta?
Quando estamos em pé ele está deitado, se estamos deitados ele está em pé? (o pé);
O que é o que é: tem pé redondo, anda, anda e só faz dois rastros compridos? (o carro)
Trava-língua
Disseram que na minha rua tem paralelepípedo feito de paralelogramos.
Seis paralelogramos tem um paralelepípedo.
Obs: a partir do trava-língua, você pode conversar com as crianças sobre a pavimentação da rua onde3 moram. Pode trazer à tona questões relacionadas ao trânsito de veículos e de pedestres em diferentes tipos de pavimentos.
Linguagem Matemática:
Competências:
·         Estabelecer aproximações a algumas noções matemáticas presentes no seu cotidiano, como contagem, relações espaciais etc.;
  • Construir o seu conhecimento matemático por meio de sucessivas reorganizações;

                                                        http://www.google.com.br/search
·         Utilizar a contagem oral, de noções de quantidade, de tempo e de espaço em jogos, brincadeiras e músicas junto com o professor e nos diversos contextos nos quais as crianças reconheçam essa utilização como necessária;
  • Utilizar critérios próprios para agrupar elementos de acordo com uma ou mais semelhanças;
  • Ordenar os elementos de uma classe, a partir de uma ou mais diferenças;

Habilidades:
  • Pedir que as crianças descrevam suas experiências em deslocar-se diariamente de casa á escola.
  • Desenvolver atividades relacionadas à descrição e à representação de pequenos percursos e trajetos, levando em conta pontos de referência.
  • Programar um passeio fora das dependências da escola ( cinema, teatro, museu,etc.) para que a criança possa prever ações relacionadas ao trânsito: Como comportar-se no interior do veículo em que serão transportados; ao descer da condução formar fila, não correr para a rua, etc.
  • Montar barquinhos, casas, navios, e outros elementos, utilizando o Tangran.
  • Estabelecer relações entre os objetos: é igual, é diferente; é maior, é menor; etc.
  • Agrupar objetos por semelhanças;


  • Fazer classificações simples e em série; comparar tamanhos: maior, menor, médio, grande, etc.
  • Fazer o gráfico da turma sobre (quantos usam cinto, quantos viajam no banco de trás), depois analisar com questionamentos que levem os pequenos a compreensão do número, quantidades.
  • Identificar as formas geométricas presentes nos sinais de trânsito;
  • Noções de espaço (grande, pequeno- perto, longe - aqui, ali), medidas de tempo (antes, depois hoje, amanhã), quantidades (muitos /poucos);
  • Jogos matemáticos envolvendo sequenciação, contagem, relação número/quantidade, escritas numéricas e resolução de situações problema;
  • Construção de um gráfico demonstrando o tipo de transporte utilizado pelas crianças para virem à escola;
Movimento Corporal/Música:
Competências:
  • Coordenar o movimento e o equilíbrio em ações individuais ou em situações de interação.

  • Perceber  as estruturas rítmicas para expressar-se corporalmente por meio da dança, brincadeiras e de outros movimentos.
  • Deslocar-se no espaço por meio da possibilidade constante de arrastar-se, engatinhar, rolar, andar, correr, saltar etc.
  •  Reconhecer progressivamente segmentos e elementos do próprio corpo por meio da exploração, das brincadeiras e da interação com os outros.
  • Apreciar e discriminar sons diversos, fontes sonoras e produções musicais;
  • Perceber e expressar sensações, sentimentos e pensamentos, por meio de improvisações, composições e interpretações musicais.

Habilidades
  •   Propor atividades de psicomotricidade envolvendo o apito do guarda de trânsito que também se constitui um sinal, as cores da sinaleira, etc.


        ·           Confeccionar vários tipos de veículos utilizando material reciclável (rolinhos, caixas, tampinhas, etc.)
  •  Solicitar que levem a bicicleta, triciclo ou patinete, e simular uma rua (montar uma transitolândia”. 
  • Aprimorar a motricidade através de circuitos, reproduzindo a estrada, quebra molas, sinaleiras, placas de trânsito, etc. Neste dia as crianças ganharão uma carteira de motorista, com habilitação para estes três itens. 
  • Propor jogos sonoro-musicais que favoreçam, da mesma forma, a vivência dos sons, o silêncio e a música.Propor a construção de paródias com a finalidade de transmiti.
  •  Realizar atividades com os jogos e brinquedos musicais da cultura infantil. Ex: Cantigas de ninar; as parlendas; as canções de roda;
Sociedade e Natureza:
Competências:
  • Perceber o seu corpo no espaço através das diversas percepções (sensoriais, cinestésicas, psicomotoras e afetivas);
  • Perceber a escola como um espaço coletivo de convivência;
  • Perceber a existência de símbolos, sinais, códigos necessários à organização do trânsito nas cidades.

Habilidades:
  •        Realizar pesquisa em jornais e revistas a respeito dos sinais de trânsito.   
  • Observação do trânsito nas proximidades da Escola; de trânsito para falar sobre as regras do trânsito;  
  • Rodas de conversa e reflexões sobre o tema;    
  • DVD: "Educação no Trânsito", produzido pela Ford Veículos;    
  •  Decoração dos corredores da Escola com sinais de transito e marcação da pista em duas vias.

                                                                           
video
                                                                fonte: www.youtube.com

Linguagem Plástica e Visual:

Competências: 
  • Respeitar, valorizar e cuidar dos objetos produzidos individualmente e em grupo.  
  • Explorar as características, propriedades e possibilidades de manuseio de diversos materiais, entrando em contato com formas diversas de expressão artística.
  •   Utilizar as linguagens do desenho, da pintura, da modelagem, da colagem e da construção como forma de expressão e comunicação de ideias.

Habilidades:
  • Cuidar do próprio corpo e dos colegas no contato com os suportes e materiais de artes.
  •  Recortar de jornais e revistas, utilizando os dedos das mãos, figuras de meios de locomoção  (automóveis, caminhões, motocicletas, bicicletas, navios, barcos, aviões, etc.) para produzirem um painel;
  •   Contornar com figuras geométricas, em jornais e revistas, imagens associadas ao trânsito, para que as crianças recortem na linha demarcada. Conversar sobre o assunto e montar um painel. 
  •  Propor pinturas com carvão, com tinta guache ou cola colorida, desenhando elementos relacionados ao trânsito. É importante salientar que oferecer as crianças figuras já desenhadas não é a melhor maneira de estimular ideias. As crianças são capazes de expressar-se por meio de seus próprios desenhos e pinturas.

Criança vê, criança faz no trãnsito também
video

                                                          Fonte: www.You tube.com




2 comentários:

  1. Maravilhoso conteúdo.Somos da Instrutores de Trânsito, onde fazemos aulas para habilitados sem prática. Temos o projeto de trabalhar nas escolas, levando atividades que mostrem as crianças a importância do trânsito em nossas vidas. Estamos muito preocupados, pois moramos em um grande bairro e percebemos que as crianças não tem nenhuma noção de trânsito. Sou Ebenézer instrutor a 20 anos e minha esposa Mechelle fiz cursos de Agente de Trânsito e Educação no Trânsito. Vamos começar este trabalho, pois nos preocupamos muito com os pequeninos. Obrigada pela postagem, pois esclareceu muito pontos.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!

    Lançamos este mês o Clubinho Salva Vidas! Trata-se de um portal gratuito de games com a finalidade de divertir e educar crianças a partir de 05 anos de idade sobre segurança em diversos aspectos do cotidiano. Os jogos carregam em si noções de segurança no trânsito, preservação da natureza, segurança em ambientes urbanos, cuidados em ambientes aquáticos, entre outros. Acreditamos em empreendimentos culturais inovadores, baseados em tecnologias sociais e orientados a gerar benefícios para a comunidade de forma estruturante, democrática e sustentável.

    Ensinar não precisa (e não pode!) ser uma tarefa chata. A melhor forma de aprender algo é quando estamos nos divertindo, e para isso, nada melhor que aprender brincando.

    Esta iniciativa nos proporcionou o primeiro lugar na etapa interior do Estado do Rio de Janeiro como projeto mais inovador através de uma competição desenvolvida pelo RioSoft para o salão da inovação nos dando passaporte para participar e competir a nível internacional em um dos maiores eventos de TI do Brasil, organizado pelo Rio Info 2013. Além disso, ficamos entre os 9 melhores projetos do Brasil e entre os 15 melhores internacionalmente. Apesar de não termos ganhado o prêmio, despertamos o interesse do consulado Britânico que nos convidou para apresentar o projeto este ano na Inglaterra.

    Link relacionado à participação do Rio Info 2013
    http://oglobo.globo.com/tecnologia/start-ups-nanotecnologia-muito-mais-na-rio-info-deste-ano-9887694

    Site:

    http://www.clubinhosalvavidas.com.br/

    Vídeo Institucional:

    http://www.youtube.com/watch?v=V-f0iQPWepw


    Estamos buscando parceiros que acreditem em efeitos sociais transformadores e que de alguma forma possa ajudar a divulgar esse projeto.


    Atenciosamente,


    Eliandro da Silva Canto Maurat

    ResponderExcluir