domingo, 11 de março de 2012

Temperamentos

11de março de 2012.
Temperamentos
Este assunto será abordado nas turmas de Ensino Médio. O objetivo é oportunizar a reflexão dos alunos sobre a importância do conhecimento de si mesmo.




Há mais de dois mil anos, Hipócrates, conhecido como o “pai da medicina” dividiu os seres humanos em quatro grupos de temperamentos – que regem os atos, os costumes e as emoções do indivíduo. O primeiro é o temperamento sanguíneo, em que definiu ser do indivíduo “popular”. O sanguíneo tem facilidade em externar as suas emoções e tranquilamente fala de sua vida sentimental. Conquista as pessoas com seu jeito encantador e faz compromissos sem a intenção de cumpri-los, somente para não perder a popularidade. É uma pessoa falante, amigável, compreensiva e muito expressiva. Porém, emocionalmente é sensível, indisciplinada, improdutiva e egocêntrica.
O colérico é um líder nato, considerado de personalidade forte, que controla as pessoas com seu humor. Tem muitas ideias, gosta de mudanças e transformações, mas tem o estilo conservador. É produtivo, independente, visionário, prático, decidido. Mas, também é cruel, sarcástico, frio, vingativo e dominador. Quando a crueldade não é controlada, se tornam líderes repressivos e ditadores que cometem atrocidades como Hitler e Napoleão. O melancólico é o mais apaixonante e sensível dos temperamentos. Ele vive intensamente suas emoções, e por isso, é talentoso, habilidoso e disposto a sacrificar-se. Mas, também é perfeccionista, analisa tudo e todos, é desconfiado, vingativo, mal-humorado, crítico, antissocial e pessimista. O melancólico custa a ficar irado, mas, quando ocorre ficam descontrolados em suas emoções.
O último é o temperamento fleumático, o mais introvertido dos temperamentos. O fleumático é considerado um diplomata, vive despreocupado e aparenta tranquilidade, mas, na realidade, sofre de gastrite nervosa. Ele prefere evitar o conflito e guarda para si a mágoa, pensa muito antes de agir. Mas, também, é preguiçoso, “nunca faz hoje o que pode deixar para amanhã”, por isso, é calmo, objetivo, eficiente, muito organizado, humorado até demais. Também é egoísta, avarento, indeciso, auto protetor, custa a se emocionar e geralmente consegue o quer sem machucar as pessoas. Em todos os temperamentos tanto o lado do bem quanto do mal tem características definidas e peculiares. Hipócrates, porém, não estudou, e talvez não conhecesse, a possibilidade de cada temperamento ser controlado pelo Espírito Santo e também receber características peculiares de Cristo Jesus. Temos publicado textos que chamam à consciência sobre a violência doméstica. É comum em uma família o marido ter um temperamento oposto de sua mulher e os filhos também.
Não podemos afirmar que um comportamento agressivo é característica do temperamento colérico, por exemplo, mas sabemos que os pontos negativos de cada temperamento podem levar a situações de desentendimento e brigas, por isso, devem ser controlados pelo Espírito Santo. Mas, ser agressivo com uma pessoa, e chegar ao ponto de agredi-la, pode ser uma falha de caráter, bem como a falta de temor a Deus e a escravidão de um vício, como o alcoolismo. “O problema da violência doméstica está muito além da questão das diferenças de temperamento. Tais diferenças jamais explicam ou justificam a violência doméstica, que está associada à falta da presença de Deus na vida dos casais, o alcoolismo, os distúrbios psiquiátricos e outros fatores”.
As divergências causadas pelas diferenças entre os temperamentos são comuns. Ninguém é igual a ninguém. Mas, muitos casais, por exemplo, perdem anos de relacionamento com brigas e discussões – sempre um tentando mudar o outro. Gary Chapman, em seu livro As Cinco Linguagens do Amor, explica aos casados, namorados, homens e mulheres, que para a pessoa conseguir realizar a comunicação efetiva com seu cônjuge, namorado ou até mesmo seu próximo, é necessário mudar a si mesma. E assim, entender qual linguagem o outro fala para, dessa forma, usá-la. Por exemplo, se a esposa gosta de passar muito tempo com o marido, ela tem na linguagem Qualidade de Tempo a forma de se sentir amada. O esposo gosta de receber carícias de sua mulher, por isso, a linguagem Toque Físico é a mais apropriada para ele se sentir amado por ela. Sendo assim, quando o esposo quiser agradar sua mulher ele vai dedicar mais tempo a ela. A esposa, por sua vez, proporcionará ao marido momentos de intimidade com muitas carícias. Isso é sabedoria, vinda de Deus, da mesma forma para os temperamentos.
Um sanguíneo controlado pelo Espírito Santo é um ótimo líder e pregador da Palavra de Deus, como o apóstolo Pedro – que depois de tomar atitudes impulsivas como dizer que Jesus era o filho de Deus e, logo depois, negá-lo três vezes, se arrependeu de coração e foi cheio da ousadia do Espírito Santo, ganhando para Jesus quase três mil vidas no dia do Pentecostes. O colérico que tem o Espírito Santo pode ser um ótimo líder na expansão do Reino de Deus como o apóstolo Paulo – que foi duramente tratado, em amor, por Deus, ao ponto de ficar cego para entender sua total dependência Dele. Por outro lado, o melancólico é um ótimo conselheiro, sensível e cheio de amor como o apóstolo João, e o fleumático é um grande homem de fé, um líder manso e bem sucedido como Abraão e Moisés.
Se você está passando por um período de “estopim curto”: “Busquem ajuda com pessoas habilitadas (conselheiros cristãos, psicoterapeutas cristãos), pois, no ato de falar do seu estresse, da sua dificuldade, elas poderão encontrar alívio (Tiago 5.16). Outra orientação é que busquem encontrar na Palavra de Deus o descanso, a longanimidade, a mansidão, o domínio próprio, a paz e a alegria, que são as manifestações do fruto do Espírito.” Para você, que desde pequeno (a) tem um temperamento explosivo: “Investigue se é apenas uma questão de temperamento. Às vezes a questão é mais do que o temperamento – como transtornos de humor, psiquiátricos, etc. Constatando ser apenas uma questão de temperamento, busque em Deus e na Sua Palavra uma vida cheia do Espírito para que este temperamento seja trabalhado. No caso das outras causas, busque uma ajuda médica, além do apoio de outras pessoas em oração e dos familiares”.
A fórmula para a mudança está na Bíblia, e em Deus que é o amor. Para os casais que estão enfrentando crises no casamento, constantes desentendimentos e dores, leiam atentamente a mensagem que eles deixam para trazer à memória de vocês a esperança. “Casais, lembrem-se que a vida é marcada por estações. Hoje vocês podem estar vivendo o frio do inverno, mas amanhã as flores da primavera podem brotar. Então busquem em Deus graça e sabedoria, força e disposição para avançarem rumo à próxima estação. Nenhuma dificuldade, nenhum conflito pode ser maior do que o amor e o zelo que Deus tem para com aqueles que verdadeiramente valorizam o casamento.”


Assistam o vídeo abaixo e postem suas comentários.


http://wiki.cancaonova.com/index.php/Temperamentos

Nenhum comentário:

Postar um comentário